Província angolana registra mais de 100 casos este ano

A província angolana de Malanje registrou de Janeiro a Outubro mais de 100 casos de violência doméstica e sexual contra mulheres e crianças e, na maioria dos casos, os autores estão foragidos ou impunes.

O Governo angolano, através da Rede de Mulheres Polícias de Angola (REMPE), lançou nesta terça-feira, 29, a operação “Basadi”, visando combater e prevenir novos casos.

A presidente da REMPE em Malanje, inspetora-chefe Teresa José Manuel, admitiu que serão “detidas responsabilizadas pessoas a monte por crimes ligados à família”.

Duas a três mulheres ou crianças são semanalmente vítimas de violência sexual na província.

Teresa José Manuel garantiu que progenitores e parentes próximos são potenciais violadores sexuais, que se aproveitam da crise social que afeta milhares de famílias e a perda de valores crescente na sociedade.

“Os criminosos estão atentos, os criminosos têm um novo modus operandi, eles já não violentam só meninas, também têm estado a violentar rapazes”, confirmou a responsável.

Mais de 150 mulheres policias dos órgãos do Ministério do Interior, estarão envolvidas na campanha que encerra na sexta-feira, 30.

Fonte: Voa Português

Categorias: Mundo

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds