“Eu estava sentado na minha varanda esta manhã, olhando na internet o que estava acontecendo na cidade hoje, e achei que esse era um assunto fascinante. Eu fiquei curioso.” Apesar de estar chovendo, Chris Ladage, um gerente de projeto aposentado, decidiu ir ao Festival Internacional de Cinema de St. Louis para ver a Carta de Masanjia em 4 de novembro de 2018.

O diretor Lee fala com o Sr. Andy Leonard, organizador do festival de cinema (Minghui.org)
Os membros da audiência ficaram tocados pela coragem e perseverança do protagonista Sun Yi (Minghui.org)
Os membros da audiência ficaram tocados pela coragem e perseverança do protagonista Sun Yi (Minghui.org)

Acabou sendo “a coisa mais envolvente e mais comovente que eu já vi em muito, muito tempo”.

O filme é muito envolvente em muitos níveis. Eu tenho que dizer que posso me identificar com Julie e sua filha quando estavam no sótão, pegando os enfeites de Halloween. A filha foi quem abriu a carta e mandou a mãe lê-la. Como o efeito dominó desse pequeno ato é incrível. A história e a força do homem são inimagináveis para mim.

Eu não fazia ideia da prática do Falun Gong e, claro, dos campos de trabalho forçado. Eu sou um consumidor de muita informação, e ainda assim, com tamanha consciência, eu realmente não tinha ideia do que estava acontecendo lá.” Ladage disse.

No documentário Carta de Masanjia, Julie Keith, uma mulher em Oregon, encontra uma carta escondida nas decorações de Halloween que comprou em uma loja de departamentos. A carta, escrita em inglês e chinês, fala de prisioneiros de consciência, especialmente praticantes do Falun Gong, sendo torturados e também forçados a fazer produtos para exportação no exterior. O autor da carta pediu ao destinatário para levar a questão a organizações de direitos humanos.

A Sra. Keith percebeu a urgência do assunto e divulgou a carta. A mídia tradicional, incluindo a CNN, a Fox News, o New York Times e outras grandes mídias, relataram o incidente, que logo recebeu atenção mundial.

Como Ladage, muitos na plateia que assistiram ao filme disseram que esse foi o filme mais comovente e esclarecedor que eles viram na última década. Eles querem recomendar o filme para seus amigos e entrar em contato com a emissora de TV local para transmitirem a mensagem.

O membro da audiência Jeff Miller disse: “É um dos filmes mais emocionantes que já vi em toda a minha vida. Como ele foi genial para trazer a história para o mundo escrevendo uma carta e colocando-a em uma caixa. Apenas incrível, tão poderoso, corajoso, um filme tão comovente. Eu só espero que todos possam ver isso. Eu me sinto sortudo por termos a oportunidade de assisti-lo no festival de cinema. Estou muito orgulhoso do homem que fez este filme.”

Ele passou a expressar sua admiração pela força e persistência dos personagens principais. “(O filme) permite que as pessoas falem de qualquer causa que toque suas próprias vidas. Ele mostra o que as pessoas podem fazer se começarem a procurar e tentar enviar as informações no lugar certo. Mas não desanime se elas forem recusadas, continue. Qualquer causa, seja sofrer abusos, opressão, punição física, qualquer coisa que sensibilize sua vida, você pode sensibilizar a vida de outra pessoa. Este filme prova isso.”

Bob Williams, um programador de computadores aposentado, disse que sua esposa fez algumas pesquisas e disse a ele: “Temos que ir ver este filme”. Ele ficou feliz por eles terem feito isso.

Vivendo aqui é difícil imaginar que você seja perseguido assim por praticar pacificamente uma filosofia do tipo iluminista. Ele (Sun Yi) é realmente uma figura comovente, porque ele não fez nada violento e estava apenas fazendo algo em sua própria casa.”

O 27º Festival Internacional de Cinema de St. Louis ocorreu de 1º de novembro a 11 de novembro de 2018. De acordo com o organizador, este é o maior festival de cinema que eles já tiveram. Um total de 414 filmes foram selecionados para triagem de mais de 2.500 inscrições. O escopo do festival é comparável ao Sundance Film Festival e ao Toronto Film Festival.

Fonte: Minghui.org

Categorias: Cultura

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds