Um homem chamado Liu Qi viveu na época da Dinastia Qing (1644-1912). Quando ele era o governador da Região de Ningqiang, província de Shaanxi, ele vendeu sua própria propriedade para pagar os impostos devidos por seus cidadãos, que estavam endividados por causa da fome e da penúria. Seu sacrifício generoso ganhou o respeito e a confiança de seus cidadãos. Como resultado de sua bondade, sua família foi recompensada com boa fortuna.

Durante uma grande fome na província de Shaanxi, em 1699, a região de Liu Qi foi a mais atingida. Seu povo estava passando fome, mas não havia nenhum grão deixado nos estoques do governo. O transporte para outras regiões era difícil, já que a região estava localizada em uma área muito montanhosa. Liu Qi pediu ao imperador que lhe permitisse pegar emprestados grãos de regiões vizinhas e ele prometeu a seus cidadãos que qualquer pessoa que trouxesse um balde de grãos de volta seria recompensada com 30% do total de seus grãos. Com esse incentivo, o seu povo trouxe de volta mais de três mil baldes de grãos em dez dias.

Liu Qi, em seguida, foi enviado para ajudar o condado de Yangy, onde ele usou o mesmo método para incentivar as pessoas a recolher grãos. Ele disse ao magistrado do condado de Yang: “Nós pegamos emprestado os grãos dos estoques do governo, assim, se os nossos cidadãos não puderem pagar suas dívidas, temos que ajudá-los”.

Liu Qi desistiu do cargo em 1722 para retornar à sua cidade natal a fim de velar a morte de sua mãe. No entanto, já que ele não tinha dinheiro suficiente para pagar as dívidas dos seus cidadãos como havia prometido, ele vendeu suas próprias terras e propriedades e, posteriormente, pediu ao seu irmão que fizesse o mesmo, a fim de recolher dinheiro suficiente para ajudar os seus cidadãos a pagar os impostos que estavam devendo.

Posteriormente, Liu Qi foi promovido a juiz provincial de Jiangxi e governador da província de Sichuan.

Por meio de suas ações altruístas, ele foi lembrado como um dos oficias de governo de alto escalão mais honestos e confiáveis da Dinastia Qing.

Suas ações também renderam-lhe e à sua família boa fortuna. Seu filho, Liu Tongxun, seu neto, Liu Yong e seu bisneto, Liu Huanzhi, se tornaram ministros de alto escalão do governo. A história de seu neto, Liu Yong, é exibida na televisão, em uma série popular da China moderna.

Trecho de História da Dinastia Qing, artigo 476: a biografia do primeiro dos 163 oficiais obedientes.

Fonte: Minghui.org

Categorias: Cultura

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds