Apresentamos a teoria do corpo intangível, uma hipótese que reescreveria muitos livros de biologia e medicina moderna.

Você sabia que há casos de pessoas que, mesmo que tenham um dos seus membro amputado ainda continuam sentindo como se ele estivesse no mesmo lugar?

Por outro lado, você sabia que há também pessoas que, mesmo com as mãos ou as pernas, não conseguem movê-las ou senti-las, apesar de não apresentarem problemas fisiológicos ou patológicos?

Embora a ciência moderna não tenha explicação para esse fenômeno, as disciplinas orientais afirmam que existe um corpo intangível ou microcósmico.

Mas a existência de um corpo composto de partículas extremamente microscópicas como quarks ou neutrinos é possível?

Segundo a sabedoria milenar chinesa, é possível, porque quando um membro do organismo é removido, essa mudança não acontece em dimensões mais profundas.

A energia e as partículas desencarnadas de cada órgão continuam a fazer parte do indivíduo e do seu corpo em outras dimensões.

Por outro lado, quando há uma inflamação ou uma úlcera para a medicina ocidental, para a medicina tradicional chinesa há um bloqueio de energia vital e sangue.

Quando esses elementos são equilibrados, os sintomas na superfície também desaparecem. Os exercícios de qigong apenas desbloqueiam os canais de energia presos, ajudando a restaurar o corpo nesse plano.

O corpo humano é um enigma e ainda temos muito a aprender sobre isso.

Fonte: Bles.com

Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds