- PT.Bles.Com - http://pt.bles.com -

A influência da China na América Latina preocupa os Estados Unidos

A secretária de Estado adjunta dos EUA, Kimberly Breier, disse ontem em Washington que as táticas de vigilância chinesas “representam uma ameaça existencial” para as nações do hemisfério ocidental.

Breier, que é a chefe diplomática do Departamento de Estado para as Américas, destacou que “os cidadãos que vivem em democracias no hemisfério ocidental poderiam ter toda sua identidade digital sob o controle e a vigilância de um governo autoritário”, informou o Washington Examiner.

A funcionária denunciou que a China forneceu ao regime Nicolás Maduro a tecnologia necessária para a vigilância em massa da população.

Xi Jinping e Nicolás Maduro

Breier advertiu sobre o sistema de empréstimos predatórios da China para ganhar influência em nações empobrecidas, onde usa a diplomacia da dívida para criar dependência, como o macro-projeto de ‘Um cinturão, um caminho’.

Demonstrando que isso se traduz em verdadeira influência sobre os governos e uma ameaça para a soberania dos países.

Breier disse, textualmente, que a China usa “sacolas de dinheiro” para induzir funcionários públicos corruptos a assinar acordos que prejudicam seus países.

Não apenas os Estados Unidos, a União Europeia também está mostrando sérias dúvidas sobre a conveniência e a reciprocidade dos acordos comerciais e tecnológicos com a China.

Fonte: Bles.com [1]