Uma equipe de cientistas chilenos foi capaz de testar as propriedades anticancerígenas da cúrcuma, a espécie de cor amarela usada principalmente na culinária indiana, publicou a prestigiosa revista científica Nanoescala.

Das propriedades medicinais do agente ativo da cúrcuma, a curcumina, tem sido muito falada, mas porque a molécula dela é orgânica, hidrofóbica e insolúvel em água não tinha sido capaz de encontrar uma maneira de se beneficiar dela, até agora.

Os químicos farmacêuticos Felipe Oyarzún e Marcelo Kogan e Andrew Quest, da Faculdade de Medicina da Universidade do Chile, desenvolveram uma nanoemulsão que eles afirmaram ser 100% eficaz em animais tratados com apenas uma dose.

Os pesquisadores afirmam que esta nanoemulsão é adequada para todos os tipos de tumores sólidos e foi avaliada para tumores de cólon, mama, gástrico e melanoma in vitro.

Além disso, eles afirmam que ela pode ser aplicada de várias maneiras. “Nós a usamos para remover um tumor primário, porque esse era o tipo de paciente animal que tínhamos, mas também pode ser aplicado por via oral, creme, forma líquida, etc.”, comentou Oyarzún ao meio hoyxhoy.

Eles fizeram testes em animais e os pesquisadores experimentaram com um tumor cancerígeno que eles extraíram o qual aplicaram a nanoemulsão.

Os resultados indicaram que 70% daqueles que não receberam a nanoemulsão com base na curcumina apresentaram sinais de câncer novamente , enquanto 100% dos que receberam tiveram 100% de eficácia em uma única aplicação.

Esse incrível resultado agora está pronto para ser aplicado em humanos, pois os testes mostraram que a nanoemulsão é segura em células não cancerosas, no entanto, faltam recursos para elaboração de estudos de fase, além das relações farmacêuticas.

Fonte: BLes

Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds