- PT.Bles.Com - http://pt.bles.com -

Histórias para refletir: A inveja prejudica os outros e machuca a própria pessoa

O Imperador Kangxi da Dinastia Qing, um dos mais respeitados imperadores da história da China, disse uma vez: “Para qualquer indivíduo que faça parte de uma sociedade, é essencial ser generoso. Isto é, sentir-se feliz quando a vida dos outros está indo bem e ser solidária quando os outros passam por maus momentos. Isso será bom … O céu abençoará essa pessoa “.

Algumas pessoas não compartilham esses sentimentos. Em vez disso, elas se sentem desconfortáveis quando alguém está se saindo melhor do que ela. Por inveja, você pode falsamente acusar ou prejudicar a outra pessoa. A verdade é que se comportar assim, afinal, machuca a pessoa. Aqui nós compartilhamos dois exemplos.

Um conto de dois companheiros de aula

Sun Bin, um dos maiores generais da China, viveu há 2.000 anos, estudou com o mesmo professor que Pang Juan. Quando Pang se tornou general, no estado de Wei, ele sabia que Sun seria um líder melhor que ele. Por inveja, ele rotulou Sun como criminoso e arruinou seu futuro.

Quando um diplomata do estado de Qi veio visitá-lo, Sun conseguiu encontrá-lo e acompanhou-o até o estado de Qi. O rei o nomeou para liderar o exército com o general Tian Ji.

Sun logo demonstrou suas habilidades militares superiores. Quando Wei invadiu outro estado, Zhao Sun ordenou que o exército atacasse a capital de Wei em vez de ajudar a defender o estado invadido. Essa estratégia funcionou bem e se tornou um clássico na história militar chinesa, geralmente chamado de “cercar Wei para resgatar Zhao”.

Então Wei começou a invadir outro estado. Depois que Sun atacou a capital de Wei, Pang ordenou que o exército de Wei se retirasse. Para enganar Pang, Sun disse aos soldados para reduzir a quantidade de panelas de cozinha e fogo que preparavam dia após dia. Pang viu isso e pareceu-lhe que os soldados de Qi estavam desertando. Com uma pequena tropa, Sun organizou uma armadilha no estreito vale de Maling, onde as tropas de Pang foram cercadas e derrotadas. Pang cometeu suicídio e suas últimas palavras foram: “O quanto esta guerra faz com que o mimado [Sun] se torne famoso”.

A inveja e a crueldade de Pang duraram até o último minuto de sua vida. Seu comportamento prejudicou os outros e também pôs fim à sua própria vida.

Mel na boca, mas punhal no coração

“Mel na boca, mas punhal no coração” significa que se elogia a pessoa a quem ele está esfaqueando secretamente no coração. Um exemplo da dinastia Tang foi o de Li Linfu.

Imperador Xuanzhong não gostava de Zhang Jiuling, então ele baixou seu posto e atribuiu Li Linfu ao posto de Zhang. Li foi muito rápido e reuniu suas próprias forças para atacar outros oficiais mais capazes que ele. Ele também encontrou desculpas para persuadir o imperador a degradar ainda mais Zhang.

Li Linfu tinha muita inveja de Yang Shen e disse aos inimigos políticos de Yang que inventassem histórias para difamar Yang. Depois que o imperador mandou Yang para a prisão, Li inventou evidências para continuar atacando Yang. Isso resultou no assassinato de Yang e toda a sua família.

Li parecia ser uma pessoa muito gentil, já que ele enchia as pessoas de elogios pessoalmente; no entanto, em sua mente, ele conspirava contra. Ele fez isso com uma enorme quantidade de funcionários.

No final, quando Li precisou de Yang Guozhong, Yang se negou. Yang, por outro lado, trabalhou com outras autoridades para preparar uma armadilha. O resultado foi que toda a família de Li perdeu seu status e se tornou plebeia.