Redação Bles –  Um dos maiores mitos do mundo canino parece ter sido comprovado pela ciência.

Alberto Tejeda Perea, pioneiro em comportamento canino e membro do Hospital Veterinário de Especialidades em Fauna Silvestre e Etiologia Clínica, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNAM, afirmou em recente publicação que a ciência comprovou que cães são capazes de interpretar se uma pessoa tem boas ou más intenções.

(Foto: UNAM)
Alberto Tejeda Perea.

Os cães são um dos animais domésticos mais queridos do mundo e um dos mais bem tratados pelo ser humano.

“Os cães são excelentes animais de estimação; eles são comumente usados como mascotes e são considerados melhores amigos do homem “, diz o especialista. “A ciência provou que eles são capazes de interpretar emoções, até mesmo identificar pessoas que têm más intenções contra eles, apenas pela atitude, tom de voz e linguagem corporal”.

O fato de estarem entre a sociedade e terem sido domesticados desde os tempos antigos,eles aprenderam a se adaptarem com facilidade. Quando eles fazem contato com uma pessoa, eles são capazes de decifrar se ela vai cuidar deles.

“Uma vez estabelecida a conexão, eles saberão que é o seu ser humano favorito. Caninos são bons em distinguir linguagem não-verbal, então eles decidem estabelecer ou não um relacionamento com alguém apenas como cooperativo “.

Resultado de imagen para perro confianza

Existe um problema

O animal tornou-se completamente dependente do comportamento do ser humano.

O especialista afirma que hoje em dia “observa-se uma forte co-dependência entre o animal e o dono”, isso é algo esperado em termos de adaptação, no entanto, tornou-se tão acostumado que quando o separam desenvolve o que é conhecido como “estresse”. por separação. ‘

“Esse fato chamou nossa atenção por causa de sua semelhança com o equivalente humano em um nível comportamental-emocional. Essa é a principal linha de pesquisa “, isto é, o cão não apenas dotou-se de inteligência em toda a domesticação, mas também o fez com suas emoções.

Isso traz consigo mais consequências, já que se viu que o animal tende a desenvolver diferentes condições relacionadas ao estresse e à angústia, como problemas de pele, alergias, medos ou problemas comportamentais.

Por causa de sua empatia, o cão aprendeu com o humano, mais do que o esperado. Atualmente é cada vez mais frequente que os cães necessitem de apoio terapêutico para equilibrar suas emoções, sendo uma das consultas mais tratadas pelo médico veterinário.

Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds