Na província de Neuquén, na Argentina, foram encontrados os fósseis de 3 dinossauros de 110 milhões de anos atrás, para os quais um novo nome deveria ser atribuído, porque eles pertencem a uma espécie desconhecida.

Os dinossauros pertencem ao grupo dos saurópodes.

Eles correspondem ao grupo dos saurópodes, que se moviam usando suas quatro extremidades, e os cientistas atribuíram a eles o nome de Lavocatisaurus agrioensis, de acordo com informações do La Nación.

videoPlayerId=6691ac95c

Ad will display in 09 seconds

A equipe de paleontólogos que descobriu os restos mortais é composta por membros de nacionalidade argentina e outros de nacionalidade espanhola, sendo dirigida por José Ignacio Canudo, da Universidade de Zaragoza, principal autor do estudo.

“Essa descoberta de um adulto e dois juvenis também significou o primeiro registro de um deslocamento de grupo dentro dos dinossauros rebbachisauridae”, disse Canudo, conforme cita a mídia Perfil.

Partes dos fósseis encontrados são extraídas.

Encontramos a maioria dos ossos do crânio: o focinho, as mandíbulas, um grande número de dentes, também os ossos que definem a órbita dos olhos por exemplo, e dessa forma, conseguimos fazer uma reconstrução muito completa“, disse José Luis. Carballido, pesquisador do Museu Egidio Feruglio e do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas da Argentina, segundo o La Nación.

Partes do pescoço, cauda e costas também foram encontradas, e o crânio está muito completo, acrescentou o pesquisador.

A espécie é nova, foi atribuído ao nome correspondente.

As medições das amostras encontradas correspondem a um adulto de 12 metros e dois ainda em desenvolvimento de aproximadamente 7 metros.

A descoberta foi divulgada através da revista Acta Palaeontólogica Polonica e da Agência de Divulgação Científica (CTyS) da Universidade Nacional de La Matanza.

O grupo dos saurópodes é representado pelos animais de maiores dimensões que povoaram o planeta.

Muitas das espécies poderiam pesar até 40 toneladas, com o Argentinossauro sendo o mais pesado encontrado até hoje, de 80 toneladas, segundo o jornal Independent.

José Ignacio Hermosa – BLes
Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds