Uma nova e colorida imagem da nebulosa planetária NGC 3918 na constelação de Centauro foi capturada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA e publicada pela agência espacial.

Essas maravilhosas vistas das nebulosas planetárias são consideradas entre as mais espetaculares do céu noturno, muitas vezes com formas estranhas e irregulares que ainda não foram completamente decifradas.

No centro da imagem extraordinária da nuvem de gás, estão os restos de uma gigante vermelha. Durante a fase de convulsão dessas estrelas, nuvens de gás são ejetadas antes que a estrela emerja do centro como uma anã branca.

(Telescópio Espacial Hubble envia imagens impressionantes. FOTO / NASA)

A forte radiação ultravioleta da estrela emergente faz o gás brilhar fluorescentemente.

Existem duas ejeções de gás, uma com uma camada interna de gás brilhante e outra camada externa mais difusa que se estende para longe da nebulosa.

Estudos sugerem que essas ejeções se formaram ao mesmo tempo, mas estão se espalhando desde a estrela com velocidades diferentes.

Foto: NASA/ESA Hubble Space Telescope

Estima-se que os poderosos jatos de gás que emergem de suas extremidades se afastam a uma velocidade de até 350.000 quilômetros por hora (217.500 milhas).

De acordo com estimativas de fenômenos astronômicos, as nebulosas como a NGC 3918 têm vida curta, apenas algumas dezenas de milhares de anos.

Esta imagem é uma composição das câmeras tiradas com o Wide Field e a Câmera Planetária 2 do Telescópio Hubble.

Fonte: BLes

Categorias: Ciência

Vídeo em destaque

Ad will display in 09 seconds